quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O namorado da Dona Luzia.

namorado da Dona Luzia.

Nas férias passadas na casa de praia, fizemos amizade - meu ex marido e eu - com um velho pescador, o "seu " Ambrózio. Um senhor educado, manso, uma daquelas pessoas que dá gosto passar uma tarde proseando.

Quando soube da nossa separação ficou desconsolado e sempre que eu ia visitá-lo na colônia de pescadores e ao nos despedirmos ele sempre brincava dizendo - Fique triste não, ainda pesco um namorado para a senhora.

Com um sorriso agradecia a brincadeira. Até que numa manhã.

- Bom dia, seu Ambrózio! Como foi a pesca hoje?

- Foi boa e muito estranha. Vamos nos sentar ali embaixo da árvore que já lhe conto o ocorido.

O mar estava agitado e por incrível que pareça logo meu barco estava com a quantidade de peixes mais do que o normal. Hora de voltar para o cais feliz da vida quando um cardume de namorados passou rente ao meu barco. Aí lembrei da nossa brincadeira e usando o arpão consegui atingir um de quase um metro.Nossa , dona Luzia, a senhora nem imagina o que aconteceu.

- O QUE FOI?

- Uma neblina intensa me cobriu POR UNS SEGUNDOS. depois surgiu uma luz forte e aí meus olhos deram de cara com uma mulher tentando tirar o arpão do peixe e me dizia; Deixa ele em paz, ele é meu.! ele é meu!

Credoe e cruz fiquei com medo dela mas insisti. foi um puxa daqui puxa de lá, o barco quase virando e o bichinho quieto.

mas a mulher continuava gritando comigo- largue ele, ele tem dona,é meu!

- e o senhor, o que fez?

- CONTINUEI NA PELEJA COM ELA E VENCI A DANADA que ficou chorando. vENHA VER SEU NAMORADO!

Eita, seu AMBRÓZIO, AGORA QUEM SE ASSUSTOU, FUI EU. QUE HISTÓRIA MAIS ESTRANHA. acho que não vou querer esse namoraso nõa. Como irei aceitar um namorado que já tem dona? Não gosto de coisas divididas.

- a senhora está certa, mas recusar o namorado depois de tanta luta que eu tive fere a nossa amizade.

- Sendo assim eu aceito. em nome do seu esforço e da amizade.somente por isso, porque essa mulher me deixou cismada.

- esqueça isso e faça bom proveito dele. eu cumpri a minha promessa e lhe trouxe o namorado bem forte.

- obrigada, fico imensamente agradecida e lamento a saga que foi trazê-lo até mim .e já que estou com visitas em casa, pedirei à Maria que cuide bem do meu namorado e sirva-o assado aos convidados.

Que tal o senhor aparecer para o jantar? Meus amigos irão adorar ouvir essa história.

- Agradecido, mas se a senhora permite isso fica entre nós dois. Não quero que pensem que é mais uma história de pescador.

2 comentários:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Maria luzia, adorei essa postagem. Que criatividade para bolar esse texto. Até parece verdade. Pode até ser que seja, mas prendeu muito a minha atenção. Muito legal.
Beijo no seu coração.
Manoel.

maria luzia disse...

OI Manoel, boa noite!
O texto faz parte de um grupo que eu fazia parte ENCANTO DAS LETRAS e tem 3 desafios por mes.
O texto refere-se A HISTÓRIA DE PESCADOR.
Tudo ficção.
Grande abraço.