quarta-feira, 12 de novembro de 2008

A Insônia

A Insônia
Comprei esse livro do mestre do terror, eu o considero assim, Stephen King, em 2006. Como tinha outros na fila fui adiando a leitura. No final de 2007 comecei a lê-lo. Já nessa época sofria de insônia ou vontade de não dormir, achou estranho? Eu tenho noites que não tenho vontade de dormir, gosto do silêncio da madrugada, de ouvir música bem suave e ficar lendo.
O personagem do livro até as 92 páginas que consegui ler é meio parecido comigo no que se refere ás receitas e conselhos que recebera para dormir: Um copo de leite morno, meia hora ouvindo Beethoven, dizem que música suave tranqüiliza as ondas cerebrais, limão com água quente e até uma colher de mel com meia dose de uísque meia hora antes de se deitar. Focar a mente na palavra calma até adormecer, contar carneirinhos, não pensar em problemas, enfim relaxar. Parece que todos têm uma receita infalível.

Dentre essas receitas e conselhos a única coisa que faço é ouvir música, não necessariamente Beethoven, ás vezes troco-o pelo Cazuza cantando bem baixinho...eu preciso dizer que te amo..tanto.
Ralph, o meu companheiro do livro, começou a ter insônia quando sua querida e amada esposa morreu. Eu comecei quando minha mãe ficou doente vindo a falecer três meses depois e para complicar também perdi o meu ex amor.

Ralph e eu adqurimos insônia levados pela perda de pessoas amadas. Claro que faço uma analogia entre a ficção do livro com a minha realidade porque ando sem inspiração, sem sono e convoquei o Ralph para me fazer companhia. Ele já tomou uísque com mel e continua sem dormir e vendo fantasmas. Eu estou ouvindo o cazuza e tive a impressão de ter ouvido algo cair lá na cozinha e claro que não fui ver o que era. Insônia deixa qualquer um meio doido, um pouquinho desligado, normal.

O pior não é ficar sem dormir, é dormir quando você não quer. Tem uma hora que o sono te pega e aí você dorme na marra. Luto bravamente quando isso acontece durante o dia, não suporto!
Mas, ontem, a fanfarrona aqui pediu pra sair e dormiu que nem uma criança levada depois de uma tarde de muita farra.

Agora irei ver se meu amigo Ralph conseguiu dar uma cochilada.

Ele costuma dormir lá pelas 04:10, falta uns 40 minutos e coitado está na janela olhando as estrelas, ainda bem que guardou os óculos. Depois de uísque com mel, sei não, tudo pode acontecer. Estou indo...

Bom dia, bom sono e feliz despertar.

4 comentários:

mundo azul disse...

Insônia é algo muito difícil de se lidar...Mas, penso que seria bom dormir quando o sono vem...Mesmo que fora de hora.

Isso passa!

Beijos de luz e o meu carinho...

sementes diárias disse...

A insônia é algo que nos atrapalha...Mas por vezes dá inspiração como a tua! um beijo,Chica

Círculo Literário disse...

OLá!!Viemos visitar seu blog e apreciamos!!!
Grande Abraço!!

Zélia Maria Freire disse...

Vai durmir Lu!!! Afifnal a noite foi feita pra isso! Um beijo zélia