quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Aceite minhas considerações.

Lu, minha querida.
Sei o quanto você ficava apreensiva com a minha demora em passar e também não pude lhe atender quando  - mais de uma vez  - pediu-me para que eu não parasse.
 Era necessário que assim fosse.
 Tudo teria que ser milimetricamente cronometrado, você precisava absorver devagar todos os acontecimentos mesmo que sentisse que estava comendo algo desagradável.
Eu queria que você repensasse seus sentimentos, suas atitudes , seus valores e adquirisse  sabedoria para lidar com as situações do dia a dia.
Saudade, mágoas, amor, covardia, incertezas lhe tiravam do plumo mas eu precisava seguir o meu caminho, cumprir a minha missão.
Pensando nesse final de semana maravilhoso fiquei contente quando ouvi você dizer:
- Valeu a pena! Se houver outro ficarei super feliz  mas, caso não haja, irei em frente! Vamos que Vamos!
Gosto desse seu jeito moleca de falar e mais ainda da sua atitude de mulher imprevisível que  surpreende as pessoas e não está nem aí para o que elas pensam. Isto mesmo! Você não é responsável pelos pensamentos alheios em relação a você. Curta cada momento que a vida lhe dá e seja feliz!
Parar, foi única e exclusivamente uma exceção feita à você!
Atenciosamente,
SR TEMPO.
*****
Este texto fez parte do Exercício Criativo - O Tempo Passa
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/tempopassa.htm

2 comentários:

mundo azul disse...

____________________________


...o Tempo! Esse senhor tão sábio e poderoso...

Gostei muito de ler o seu texto, Lu!


Beijos de luz e o meu carinho...

___________________________

✿ chica disse...

Tu desempenhas muito bem qualquer desafio...Lindo! beijos,chica